[Inicio] [Histórico] [Sócios] [Prêmios] [Títulos] [Fotos] [Vendas] [Links] [Artigos] [Forum]

FRISADO DO SUL


Origem: Sul da França

Histórico

Como nas outras raças frisadas mais antigas, a origem é obscura. Mas tais pássaros parecem ser originais do Sul da França, espalhando-se depois para a Itália e Espanha.

O interesse e o desenvolvimento específico desse tipo em uma certa região, em termos remotos, poderá ser explicado pelo isolamento ocasional de um grupo de criadores de pássaros frisados.

Estes criadores, dando uma interpretação toda pessoal a um padrão que possuíam, conduziram a raça, por falta de material de comparação, ao que supunham ser o ideal e posteriormente, ao compará-la com os pássaros de outros centros, verificaram que as diferenças eram marcantes e praticamente uma nova raça foi fixada.

Se compararmos o FRISADO DO SUL com o desenho do Frisado Parisiense feito pelo Sr. Le Roy, em 1890, a semelhança é grande. É também conhecida por HOLANDÊS DO SUL.

Sendo um frisado leve, as frisuras não são tão volumosas quanto as das raças pesadas.

O FRISADO DO SUL IDEAL

Tamanho - é um pássaro de tamanho que deve variar de 16 a 17 cm, tamanho este de difícil avaliação pela posição curvada que adota, tanto em repouso como em posição de concurso.

Sendo um pássaro de postura, esta é fundamental para o julgamento. Em posição de concurso, o pássaro gripa o poleiro.

Forma - as canelas e coxas ficam praticamente na vertical do poleiro, o pescoço distende-se e a linha cabeça-pescoço-dorso e cauda se aproxima da forma do número 7, inclinado em relação à sua posição original.

Plumagem - a plumagem é abundante em relação ao Gibber Italicus e o Giboso, mas bem menos abundante que a das raças pesadas. Os pássaros nevados, normalmente, têm plumagem mais volumosa. O manto deve ser dividido por uma linha longitudinal no centro das costas e cair simetricamente sobre elas, cobrindo os encontros das asas.

Peito - o peito também é duplo, formando na parte superior o "cestinho" característico. O ventre deve ser liso.

Os fachos nascem na região de implante das pernas e se elevam em curva, envolvendo a parte inferior das asas.

Cabeça - a cabeça é pequena, serpentiforme, o bico proporcionalmente grande e os olhos centrados.

Pescoço - o pescoço é longo e fino, harmônico com o tamanho da cabeça, e se insere no tronco da parte superior em um ângulo arco de cerca de 90º.

Pernas - as pernas são compridas, as coxas emplumadas e aparentes em todo o seu comprimento, as canelas também longas, dedos e unhas de tamanho compatível. As unhas são normais, sem curvaturas.

Cauda - a cauda é relativamente longa, fina e posicionada no prolongamento da linha do dorso.

Asas - as asas são longas, perfeitamente aderentes ao dorso, com as pontas se tocando sem se cruzarem.

Condição geral - o pássaro deve estar limpo e sadio e pode ser apresentado em qualquer cor de fundo, bem como pintado.

Este texto foi extraido do manual de julgamento, para obter mais informações adquirir o mesmo junto a FOB ou OBJO.

Nota: o texto acima é de autoria do Juiz Arno Büchli e pode ser acessado na página do Criadouro Büchli.

[Arlequim Português] [Fife Fancy] [Fiorino] [Gloster] [Lizard] [Raça Espanhola] [Topete Alemão]

©2005-2016 Canaril GPorte
Webmaster: Richard Fuzishawa