[Inicio] [Histórico] [Sócios] [Prêmios] [Títulos] [Fotos] [Vendas] [Links] [Artigos] [Forum]

LIZARD


Origem: Grã-Bretanha

Histórico

Apesar de ser considerada como uma raça de canários Ingleses, os próprios Ingleses admitem que ela tenha sido introduzida na Inglaterra no século XVI pelos Huguenots, que fugiam da Europa onde eram perseguidos. Naquela época os canários eram bem difundidos na França e nos então chamados "Países Baixos da Espanha", dos quais fazia parte a Bélgica atual.

Os Ingleses aperfeiçoaram e consolidaram essa raça, onde os desenhos peculiares da plumagem são as características mais importantes.

A raça LIZARD, apesar de bem difundidas nas Ilhas, nunca atingiu a popularidade de outras raças Inglesas e, como todas elas, teve seus problemas com as guerras mundiais.

Após a segunda guerra mundial existiam apenas 33 pares de LIZARD em toda a Grã-Bretanha, segundo o relato de autores Ingleses. Com um trabalho de conjunto, os criadores conseguiram aumentar consideravelmente a quantidade e a qualidade dos pássaros. Isso com qualquer cruzamento com outras raças. A partir daí começaram a ceder exemplares para os outros criadores.

O LIZARD em sua forma original apresentava-se em dois tipos : GOLD (intenso) e SILVER ( nevado ), mas hoje, alem dos de cor de fundo branca existem também na Europa continental exemplares onde se constatam mudanças nas melaninas. ( canelas e agatas ).

O LIZARD IDEAL

No que se refere à calota podemos ter três tipos básicos : com calota ( Clear Cap), calota manchada (Bronken Cap ) e sem calota (Non Cap ).

O pássaro ideal descrito será o de calota perfeita.

É um pássaro pequeno ( 12,5 a 13,5 cm ), de formas harmoniosas. A cabeça é redonda de tamanho bem ajustado ao tamanho do corpo. O pescoço é cheio de reentrâncias no peito e pequena curva reversa ligando a nuca ao dorso. O peito é bem arredondado e cheio, sem ser pesado, o ventre continua a linha do peito até o inicio da calda. O dorso é ligeiramente elevado na altura dos ombros. As asas devem Ter implantes quase invisíveis, perfeitamente acentadas sobre o dorso sem se cruzarem nem se afastarem uma da outra. A calda segue a linha do dorso. É estreita e curta, bem implantada no corpo. As pernas, proporcionais, ficam normalmente fletidas, como em todas as raças se aproxima dos 45º com a horizontal.

As marcas dorsais se aproximam da forma de meias-luas bem escuras, em linhas longitudinais e paralelas desde a calota até o final do dorso. As marcas aumentam de tamanho à medida que se afastam da nuca.

Nos passaros sem cúpula as marcas começam desde a fronte. O tamanho bem reduzido, delas cresce a medida que se aproximam da nuca.

O desenho do peito é um pouco diferente e se aproxima de pequenos triângulos escuros ( vértice em direção à cauda ) em linhas regulares, que começam sob o bico e os olhos até o inicio da cauda. Os passaros que possuem este caráter perfeito são raros, principalmente os intensos onde o desenho é as vezes difícil de ser visto. Nos nevados o desenho é bem mais nítido, mas algumas vezes estes pequenos triângulos aparecem tão juntos entre si que formam linhas continuas.

A cúpula ou calota é de forma oval com limites bem determinados. Começa na parte superior do bico, passando sobre os olhos até a base da nuca e é limitada na lateral pelos cílios de cor escura, que ficam entre a cúpula e os olhos.

A cor das asas e da cauda é a mais escura possível, tendendo ao negro. Quanto menor a margem clara das grandes penas maior o valor do indivíduo.

A cor de fundo deve ser regular e bem distribuída. A plumagem é de grande importância e deve ser consistente, compacta e lustrosa. A regularidade contribui de modo fundamental par a beleza dos desenhos. O bico e as patas devem ser idênticos as de um negro marrom oxidado, isto é, bem escuros. As penas de coberturas da asa devem se posicionar de maneira perfeita para não deteriorar o desenho em geral.

Limpeza e saúde perfeitas completam o pássaro ideal.

Este texto foi extraido do manual de julgamento, para obter mais informações adquirir o mesmo junto a FOB ou OBJO.

Nota: o texto acima é de autoria do Juiz Arno Büchli e pode ser acessado na página do Criadouro Büchli.

[Arlequim Português] [Fife Fancy] [Fiorino] [Gloster] [Lizard] [Raça Espanhola] [Topete Alemão]

©2005-2006 Canaril GPorte
Webmaster: Richard Fuzishawa